Outro local contemplado pelo trabalho de requalificação urbana desenvolvido pela Fundação Baía Viva é a localidade do Loreto. Ali foi construído o píer de embarque e desembarque de pessoas, bem como os antigos acessos que hoje, permitem que as comunidades locais tenham circulação segura independente das condições climáticas.

Além das referidas ações, destaca-se também a recuperação do antigo casarão sede da fazenda onde atualmente funciona o Centro de Memória da Ilha dos Frades. Durante todo o ano, turistas e grupos escolares das comunidades locais e outras regiões visitam esta riqueza bela e cultural.

O Receptivo de eventos que leva o nome de Cerimonial Loreto foi construído sobre as ruínas de antigas construções ao lado da Igreja. O objetivo desse espaço é a geração de emprego e renda para a população local (Ilha dos Frades e Bom Jesus dos Passos) além da promoção de cursos de capacitação para os serviços oferecidos pelo Cerimonial, quais sejam: camareira, recepcionista, serviços gerais, garçom e auxiliar de cozinha. A Instalação também serve de palco para apresentações do projeto Escolinha de Dança e para eventos em parceria com as escolas municipais da região.

Com a finalidade de contribuir para a repressão e proteção do meio ambiente local, em parte da fazenda a Fundação construiu a mais completa instalação para estacionamento e abastecimento de embarcações e alojamento da Policia Militar Ambiental (COPPA). Esta base, atualmente, realiza a fiscalização ambiental da região prevenindo uma série de ações predatórias.

Todo o promenade ao longo da praia e contíguo a Igreja, que estava em ruínas, foi reconstruído e requalificado. Foram instalados pela primeira vez na Bahia, chuveiros públicos e banheiros masculino e feminino.

Por fim, visando preservar cada vez mais o meio ambiente, na localidade foi implementado um centro de seleção de reciclagem do lixo que além de trazer muitos benefícios para o planeta também gera renda as comunidades locais.

Nó