A Fundação vem desenvolvendo, desde 2001, um amplo trabalho de requalificação urbana, que comtempla projetos de urbanização, sistema de drenagem, recuperação de casas, calçamento de ruas e praças, bem como projetos de rede de água e esgoto.

As intervenções na comunidade de Costa de Fora, trouxeram benefícios reais ao cotidiano dos moradores, que aliadas a políticas públicas contribuíram significativamente para valorização da localidade.

Diante das inúmeras benfeitorias já realizadas por sugestão da Fundação Baía Viva, destaca-se a construção, pelos proprietários das Fazendas da Ilha, de uma passarela a beira mar, com extensão de 1km (um quilometro) que permite o deslocamento dos moradores e alunos da comunidade para a vila de Paramana independente da época do ano ou do nível da maré. Um reflexo direto desta ação foi a redução do número de faltas na escola da região que fica situada nessa comunidade.

Outrossim, ainda em Costa de Fora, por força de um Termo de Cooperação Técnica celebrado entre a Fundação Baía Viva e o Município de Salvador, foi construído um posto de saúde, uma quadra poli esportiva e um parque infantil, além de uma creche/escola.

Com intuito de resgatar a autoestima da comunidade local, a Fundação Baía Viva mantém um espaço recreativo de cultura e lazer onde promove aulas de dança, capoeira e festejos da comunidade.

No que tange ao incentivo para o turismo local, destaca-se a reforma de dois restaurantes da comunidade, são eles: Restaurante da Costa e Varanda da Costa, além de futuro projeto de requalificação de uma pousada já existente.

Nó